Inteligência Económica -

Notas sobre o funcionamento do site

Voltar à disposição inicial da página.

Restaurar

MATRIZES ESTRATÉGICAS


Página 1 de 812345678

INTERPRETAR OS CHINESES

INTERPRETAR OS CHINESES

//   A China tem, nos últimos tempos, provocado deliberadamente escaladas de tensão com quase todos os seus vizinhos (excepções a estas manifestações públicas da vontade de Pequim são a Coreia da Norte e, por razões bem diferentes, a Rússia…).... (Continue a ler)

O Vazio da Europa

O Vazio da Europa

Mais do que incorrer em graves riscos de natureza financeira ou económica, a Europa começou a mergulhar no vazio de uma implosão geopolítica. O actual episódio da Ucrânia é já um resultado (apenas o primeiro…) deste quadro. Na próxima semana,... (Continue a ler)

Basta olhar para as curvas… e percebe-se logo tudo!

Basta olhar para as curvas... e percebe-se logo tudo!

// // // ]]> John Robb propõe uma muito clara e interessante periodização do andamento económico, social e político dos EUA, desde o fim da II Guerra até agora: The Great Prosperity: 1947-79 & The Great Regression: 1980-Now // //... (Continue a ler)

Ameaça de Guerra na Europa

Ameaça de Guerra na Europa

Jean-Claude Junker, primeiro-ministro do Luxemburgo e até há pouco chefe do Eurogrupo, avisa a Alemanha que “os demónios da guerra na Europa não desapareceram, estão apenas a dormir”. E, portanto, muito cuidadinho para não os acordar… Junker vê como muito... (Continue a ler)

As “Forças Especiais” Americanas

As

O “11 de Setembro” teve imensas consequências, a todos os níveis. Uma delas (e não a menos importante…) foi a de colocar no radar a questão da “guerra assimétrica”. Com o golpe de Bin Laden, os EUA descobriam que, saídos... (Continue a ler)

EUA reduzem força militar na Europa

EUA reduzem força militar na Europa

O mundo está a mudar, os Estados Unidos estão a mudar e esta Europa dos “cortes” está a ficar muito mais perigosa, porque desprotegida. Para os que “pensavam” que o “guarda-chuva” americano era a protecção garantida, as notícias não podiam... (Continue a ler)

Rússia a reconstruir a esfera de influência

Rússia a reconstruir a esfera de influência

Moscovo procura reconstruir a sua velha esfera de influência, um passo que considera necessário para voltar a ser (e ser apercebida…) como um “great power”. A Stratfor analisa estes esforços da Rússia de Vladimir Putine. Russia’s Expanding Influence, Part 1:... (Continue a ler)

A Crise No Eixo Paris-Berlim

A Crise No Eixo Paris-Berlim

A crise europeia afecta fortemente a aliança Paris-Berlim, eixo fundamental da “Europa”. Os interesses nacionais da Alemanha afastam-se cada dia mais dos interesses nacionais da França. Esta divergência dos interesses nacionais é agravada pelos resultados assimétricos que a crise tem... (Continue a ler)

A ‘Operação Mali’ Revela Um Novo Quadro Estratégico

A 'Operação Mali' Revela Um Novo Quadro Estratégico

A “operação Mali” é, talvez muito mais que a Líbia, reveladora de aspectos decisivos do novo quadro estratégico que está a impor-se rapidamente. Coloca mesmo em clara perspectiva e relevante destaque algumas novas realidades que ninguém pode ignorar. E também... (Continue a ler)

Europa ou o suicídio pelo desinvestimento na Defesa

Europa ou o suicídio pelo desinvestimento na Defesa

Depois de ler o estudo ‘European Defense Trends 2012, o Prof. Julian Lindley-French conclui que fica demonstrada “conclusively a disconnection between Europe’s on-going slashing of defence spending and the hikes taking place in the rest of the world”. E, entre o... (Continue a ler)

2013: O Ano Que Decidirá o Futuro da Europa

 2013: O Ano Que Decidirá o Futuro da Europa

Com um olhar lúcido e frio, George Friedman traça o retrato geopolítico de uma Europa perdida, numa encruzilhada, para quem 2013 vai ser um ano de decisão… E decisivo. A Europa, para Friedman, “it has gone far to solve the... (Continue a ler)

A China quer as Lajes

A China quer as Lajes

Há poucos meses, sugerimos aqui (como ironia e para sublinhar os limites estreitos do quadro financeiro-económico em que Merkel e amigos puseram a Europa a definhar) que os responsáveis portugueses deveriam antecipar as ordens de Merkel e do ‘Bild’ para... (Continue a ler)

Subsídios agrícolas e unidade franco-alemã

Subsídios agrícolas e unidade franco-alemã

A Alemanha e a França já fizeram saber que não permitem mais do que ‘cortes’ mínimos na PAC (que beneficia sobretudo estes dois estados) e que os ‘cortes’ deverão incidir sobretudo nos Fundos de Coesão (que beneficiam os estados mais... (Continue a ler)



Página 1 de 812345678

Compression Plugin made by Web Hosting