Notas sobre o funcionamento do site

Voltar à disposição inicial da página.

Restaurar

barra login

Ministro Kuo-Yen Wei: “Taiwan continua os seus esforços para superar os desafios colocados pelas alterações climáticas”


Um olhar de Kuo-Yen Wei, Ministro da Administração de Proteção Ambiental de Taiwan, para o site Inteligência Económica,  sobre os esforços da Formosa em superar os desafios colocados pelas alterações climáticas.

“Mitigação das alterações climáticas – o desafio mais urgente que a comunidade internacional enfrenta hoje – tem uma relação directa no desenvolvimento sustentável das nações de todo o mundo, bem como na sobrevivência da humanidade. Apesar do estatuto único de Taiwan na política internacional, o nosso governo tem participado ativamente nos esforços globais para reduzir as emissões de dióxido de carbono e incentivou os cidadãos a contribuir para estes esforços. Em 2010 comprometemo-nos, voluntariamente, com o Secretariado da UNFCCC – United Nations Framework Convention on Climate Change e com a comunidade internacional de que iriamos definir metas concretas de redução de emissões. No que diz respeito à contenção das alterações climáticas, o governo da República da China, no final de 2009, estabeleceu o Comité de Direcção Executiva Yuan sobre conservação de energia e redução de carbono, que é responsável pela redução das emissões de dióxido de carbono. Enquanto isso, em 2012, Taiwan adoptou directrizes de adaptação às alterações climáticas nacionais que abrangem oito domínios principais – desastres, infra-estruturas essenciais, recursos hídricos, uso do solo, áreas costeiras, fornecimento de energia, biodiversidade, e saúde.

Lago Sun Moon, Taiwan

O Presidente Ma Ying-jeou afirmou que “o desenvolvimento de um ambiente caracterizado por baixas emissões de carbono e alta dependência de energia verde” é um dos cinco pilares do desenvolvimento nacional de Taiwan, de modo a transformar gradualmente Taiwan numa “ilha de energia verde e de baixo carbono”. Assim, 52 aldeias rurais, três cidades – Nova Taipé, Taichung e Tainan – e um condado, Yilan, foram seleccionados como comunidades modelo em termos de baixas emissões de carbono e ambientes sustentáveis. Enquanto isso, o governo está a promover sistemas de troca de baterias de motociclos eléctricos, sistemas de informação geográfica (SIG) para redes de estradas para bicicletas e carros híbridos. Também planeia substituir todos os autocarros tradicionais em áreas urbanas por autocarros eléctricos nos próximos 10 anos.

Entre 2008 e 2012, o consumo anual de energia caiu, tal como as emissões de dióxido de carbono provenientes da queima de combustíveis. Em 2012, a economia de Taiwan teve um crescimento de 1,32%, mas as emissões de carbono caíram 1,90%, demonstrando que agora existe uma relação inversa entre crescimento económico e emissões de gases de efeito estufa.

Em 2009, os países membros das Nações Unidas convidaram pela primeira vez o governo da República da China a participar formalmente na World Health Assembly (WHA), como observador. Desde então, continuamos a assistir anualmente a esta assembleia. Além disso, em Setembro de 2013 Taiwan foi convidado para participar na 38 ª Sessão da Assembleia da Organização da Aviação Civil Internacional como convidado do presidente do Conselho. A nossa participação nestes dois órgãos é de grande significado simbólico e deu-nos um incentivo considerável. Esperamos que a comunidade internacional tenha em conta estes precedentes e permita que Taiwan participe substantivamente na UNFCCC. Isso permitir-nos-á receber apoio e contribuir para a comunidade internacional”.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Posts relacionados:

Deixe um Comentário

 


Compression Plugin made by Web Hosting